Arquivos

Pão caseiro quentinho

Este fim-de-semana juntei um grupo considerável de pessoas queridas em casa e fizemos um Magusto (ainda que com uma semana de atraso). Não faltaram as castanhas, a batata doce, o caldo verde, a jeropiga e o vinho.

Para dar um toque mais pessoal ao repasto, resolvi fazer pão normal e pão com chouriço. A coisa correu tão bem que o pão desapareceu num instante e houve logo quem me tivesse feito prometer que na próxima jantarada faria pão outra vez.

A receita que vos deixo é muito simples e rápida. O que mais demora no processo de fazer pão é o tempo de a massa levedar. A quantidade que se segue deu para 3 pães com chouriço e para três pães simples.

Ingredientes:

3 kg de farinha tipo 65

6 cubos de fermento de padeiro (25 gramas cada um)

2,4 litros de água morna

1 ½ colheres de sopa de sal grosso

2 chouriços

Confeção:

  1. Junta-se a farinha, com o sal e o fermento diluído na água, e mistura-se com os dedos muito bem. A massa fica com um aspeto pegajoso.
  2. De seguida tapa-se a massa bem tapada, preferencialmente com uma toalha grossa, e deixa-se a massa levedar entre 4 a 5 horas.
  3. Pré-aquece-se o forno a 250º.
  4. Coloca-se farinha numa bancada de modo a dar forma à massa. No caso do pão com chouriço, junta-se o chouriço cortado às rodelas à massa.
  5. Polvilha-se um tabuleiro com farinha e coloca-se a massa, indo ao forno entre 25 a 30 minutos, altura em que deve estar cozido. (se derem uns toques no pão ele deve fazer o som de “toc”, e isso significa que está cozido).

Devo admitir que as primeiras tentativas de fazer pão não correram muito bem, mas agora não há erro. Ficam a faltar as fotografias uma vez que o pão foi devorado rapidamente.

Bom apetite!

Lanches de Outono (I)

A companhia de amigos de longa data em casa numa tarde cinzenta e fria de Outono é sempre um bom motivo para fazer um lanche caseiro e quentinho, e ontem não foi exceção.

A acompanhar uma boa e animada conversa, que se estendeu até perto da hora de jantar, tivemos um bolo de iogurte com passas, ainda morno, e um chá de camomila, hortelã e canela, também ainda quente.

Aqui ficam as receitas, muito simples e muito práticas.

Bolo de iogurte com passas

Ingredientes:

2 iogurtes naturais

6 ovos

3 medidas de farinha (da caixa do iogurte)

3 medidas de açúcar amarelo

1/2 medida de óleo

passas a gosto

açúcar em pó para enfeitar

Confeção:

  1. Pré-aquece-se o forno a 180º, e unta-se uma forma redonda, sem buraco no meio, com margarina polvilhando-se depois com farinha.
  2. Numa taça para bater bolos juntam-se os ingredientes todos, com exceção das passas, pela ordem acima elencada, e bate-se tudo muito bem até a massa fazer bolhinhas.
  3. Quando a massa estiver bem batida, adiciona-se parte das passas e envolve-se com uma colher de pau.
  4. Seguidamente verte-se a massa na forma e colocam-se por cima mais algumas passas.
  5. Vai ao forno entre 30 a 35 minutos (fazer o teste do palito a partir dos 25 minutos, porque a cozedura pode variar de forno para forno).
  6. Quando estiver cozido, desenforma-se e polvilha-se com açúcar em pó para enfeitar.

 

Chá de camomila, hortelã e canela

Ingredientes:

1,5 litros de água a ferver (eu uso um jarro elétrico porque é mais rápido)

Quatro porções de chá de camomila em flor (dentro das bolinhas matálicas do chá) ou três pacotes de chá de camomila (eu uso as pirâmides da lipton)

dois ou três ramos pequenos de hortelã

1 pau de canela

2 colheres de sopa de açúcar mascavado (ou amarelo, em alternativa)

Confeção:

  1. Ferve-se a água, adicionam-se os ingredientes e mistura-se tudo bem.
  2. Deixa-se repousar entre 10 a 15 minutos e está pronto a servir.

Neste chá, ao contrário do que é habitual, usei as pirâmides da lipton porque não tinha camomila em flor, mas por norma prefiro usara flor seca.

 

Este foi o aspeto com que ficaram o bolo e o chá.

Os meus amigos gostaram muito do lanche.

E vocês??? Será que vão gostar?