Arquivos

Bolo de chocolate com frutos vermelhos

Numa tarde fria de domingo sabe sempre bem um chá quente e um bolo caseiro acabadinho de sair do forno, e hoje não foi exceção. Aqui fica a receita de um do bolos mais saborosos que comi até hoje. Espero que gostem!

Bolo de chocolate com frutos vermelhos

Ingredientes

2 chávenas de açúcar amarelo

2 chávenas de farinha

1 chávena de óleo

½ chávena de chocolate em pó

½ chávena de cacau em pó

1 lata de leite condensado

4 ovos

½ chávena de frutos vermelhos

½ chávena de chocolate de culinária cortado em pedaços pequenos (podem ser substituídos por pepitas de chocolates)

 

Confeção:

  1. Junta-se os ingredientes todos, à exceção dos frutos vermelhos e do chocolate em pedaços, e bate-se muito bem com a batedeira.
  2. No fim juntar os frutos vermelhos e o chocolate em pedaços e envolver bem.
  3. Deitar o preparado numa forma redonda de 24cm e levar ao forno pré-aquecido a 180º durante 30 minutos.

IMG_1125

 

Anúncios

Peixe assado com tomate

Para acompanhar as batatas assadas resolvi fazer um peixe assado – leve e simples, como se pretende que uma refeição noturna seja.

Peixe assado com tomate

Ingredientes (para 2 pessoas):

2 cavalas

2 postas de corvina

1 cebola grande

1 tomate grande

Pimentão doce

Alho em pó

Sal

Azeite

Vinho branco

Louro

Salsa

 

Confeção:

  1. Cortar a cebola às rodelas e coloca-las no fundo de um tabuleiro, dispondo o peixe arranjado por cima.
  2. De seguida misturam-se, à  parte, os temperos, com exceção do azeite, e rega-se o peixe com o preparado. Seguidamente coloca-se azeite a gosto e deixa-se marinar durante 2 horas.
  3. Leva-se ao forno pré-aquecido a 200º durante 25 a 30 minutos.

IMG_1123

Sabores tradicionais (I)

Uma das entradas que mais gosto de colocar na mesa quando recebo pessoas em casa, sejam amigos ou família, é uma combinação muito simples de sabores tradicionais que me apelam a memórias de infância: azeite com pão alentejano e/ou broa de milho! Ou não fosse eu descendente de alentejanos!!!

20121024-150105.jpg

O azeite privilegiado cá em casa é o da Herdade do Esporão, que se encontra muito facilmente nas grandes superfícies comerciais.

Faz sempre um sucesso!!!

Canapés de salmão fumado e queijo creme com pimenta da Jamaica

Para mim, receber alguém em minha casa é um prazer imenso, e a escolha do menu é algo a que dou especial atenção e tento adequar aos meus convidados. E o jantar que aconteceu cá em casa esta semana não foi diferente.

A escolha dos outros pratos foi particularmente fácil, mas para entrada queria fazer algo novo, diferente do habitual. Depois de muito pensar resolvei fazer uma experiência. Há mais ou menos duas semana, mais coisa menos coisa, uma amiga disse-me onde podia encontrar pimenta da Jamaica, especiaria da qual já tinha ouvido falar bastante, mas que ainda não havia encontrado à venda (ou procurado o suficiente). Comprei no próprio dia e experimentei num molho de cogumelos e espinafres, cuja receita colocarei aqui num futuro próximo uma vez que ainda está a ser apurada, e o resultado agradou-me bastante.

Assim, resolvi usar pimenta da Jamaica numa entrada que não tem grande segredo e costuma agradar a quem prova – canapés de salmão fumado e queijo creme –, que sendo bastante saborosa, é facílima de fazer.

Ingredientes: (9 canapés)

100 gramas de salmão fumado

100 gramas de queijo creme (tipo philadelphia)

1 ½ de café de pimenta da Jamaica em pó

9 tostas redondas e finas (eu uso as da Bimbo)

Confeção:

  1. Mistura-se o queijo creme com a pimenta da Jamaica.
  2. Coloca-se a mistura anterior nas tostas (eu uso um saco de pasteleiro, mas com uma faca também se espalha na tosta com facilidade)
  3. Por fim, corta-se o salmão fumado em tiras, fazem-se rolinhos e coloca-se um em cada tosta com queijo.

Depois é só saborear!

Bom apetite!!!

Cogumelos e pimentos gratinados com perfume de framboesa

Hoje estava um pouco indecisa sobre o que cozinhar para o almoço, especialmente por ter a companhia de uma amiga. Apetecia-me algo leve e saboroso, mas que não desse muito trabalho. Nestas situações opto quase sempre por cozinhar algo no forno, e assim foi.

A receita de hoje é algo que sirvo, normalmente, como entrada, mas hoje foi o prato principal.

Ingredientes: (para 4 pessoas)

4 Cogumelos brancos grandes

1 Embalagem de cogumelos pleurotos

1 Pimento encarnado

Oregãos

Mangericão fresco

Alecrim fresco

Flor de sal

Azeite

Vinagre de framboesa

2 Mozzarellas de bufala

Queijo Roquefort

Confeção:

  • Primeiro pré-aquecer o forno a 200º.
  • Enquanto o forno aquece lavam-se os cogumelos bem lavados e dispõem-se num pirex de ir ao forno (eu uso uma assadeira de barro, mas o pirex faz o mesmo efeito).
  • De seguida lava-se o pimento e corta-se em tiras largas, dispondo em redor dos cogumelos. (não é aconselhado colocar o pimento por cima dos cogumelos, uma vez que a finalidade não é misturar os dois sabores).
  • Dispostos os cogumelos e o pimento no pirex, colocam-se os oregãos, o mangericão e o alecrim.
  • Finalmente, rega-se o preparado anterior com azeite e com algumas gotas de vinagre de framboesa a gosto, e leva-se ao forno durante aproximadamente 25 minutos (pode variar consoante o forno e o tamanho dos cogumelos)

Imagem

(O aspeto do prato antes de ir ao forno é mais ou menos este)

  • Quando os cogumelos e os pimentos estiverem assados colocam-se as mozzarellas às rodelas em cima, e finaliza-se com o queijo roquefort ralado (eu utilizo um ralados largo, para as lascas de roquefort deixarem um sabor mais intenso. Convém ter alguma ponderação na quantidade de queijo roquefort que se utiliza – eu sou suspeita, porque adoro queijos, mas a intensidade caracteristica deste tipo de queijo específico pode ser demasiado forte para alguns paladares.
  • Leva-se ao forno entre 5 a 10 minutos para gratinar.

Imagem

(Este era o aspeto quando saiu do forno – costuma ficar mais gratinado)

Bom apetite!